Durante toda a tarde da sexta-feira (21) alguns servidores Superintendência Oeste da Secretaria de Saúde do DF foram atendidos no Centro de Prevenção e Promoção da Saúde Mental Innovamente Saúde.

Profissionais de diversas áreas passaram pelo circuito de atividades no Innovamente e contaram com atendimento psicológico, atividades físicas, circuito em grupo e massoterapia.

São trabalhadores que estão sob condições de pressão diária, principalmente neste momento em que estão na linha de frente no tratamento a pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Para Valéria Mendonça, assistente social do Hospital Regional de Ceilândia, participar desta tarde de atividades foi revigorante. “O espaço é muito bom, a equipe está de parabéns e todo o circuito de atividades foi extremamente relaxante para mim”. Valéria não conhecia o Centro Innovamente e contou a reportagem que irá indicar para outros amigos da Secretaria de Saúde.

“Trabalho com questões sociais e elas, muitas vezes, são pesadas. Lidar com as perdas e o medo de outras pessoas trazem prejuízos emocionais para os servidores e é muito importante que todos tenham a oportunidade de se cuidar preventivamente. Se não fosse pelo uso das máscaras eu tinha até me esquecido que estamos passando por esse momento tão difícil (de pandemia)”, brincou a assistente social.

Os pacientes contam com uma proposta inovadora desenvolvida por uma equipe que realiza os atendimentos em um espaço físico amplo, de 4 mil metros quadrados de área verde, seguro e acolhedor. Além dos consultórios para atendimento há espaço para acompanhantes, redário, ambientes ao ar livre e espaço para atividades.

Os profissionais de saúde no Distrito Federal estão passando por problemas gravíssimos como depressão, transtornos mentais, ansiedade, medo de ir trabalhar e até voltar para casa. A equipe do Innovamente está preparada permanentemente para acolher e acompanhar esses casos.

“Numa pandemia histórica como estamos passando, com perdas de tantas pessoas para Covid-19, é completamente possível que as pessoas tenham transtornos relacionados à saúde mental. Não podemos negar a existência desse fator que impacta diretamente na qualidade de vida e, portanto, no trabalho executado pelos profissionais de saúde”, destacou Thauanna Ferreira, coordenadora clínica do Innovamente.  

Afinal de contas, quem cuida de quem cuida? A equipe do Innovamente Saúde está aqui para apresentar essa metodologia inovadora, que já realizou 850 atendimentos entre junho e agosto de 2020.

Dados do Distrito Federal

Em 2019, foram registrados 17.755 afastamentos de 9.127 servidores do GDF relacionados a transtornos mentais e comportamentais — um terço foi classificado como transtornos ansiosos.

Os dados deste ano ainda estão em análise, mas, segundo a equipe Gerência de Saúde Mental e Preventiva, já é notável o crescimento dos registros de transtorno obsessivo-compulsivo, principalmente relacionados aos comportamentos obsessivos de limpeza ou de higiene, que também alerta para o aumento no número de casos de fobia social.