Cuidar das emoções de quem cuida dos pacientes doentes atingidos pela Covid-19 é o maior dilema para o Brasil e o mundo no período atual.

Preparar, emocionalmente e fisicamente, os profissionais que atuam na Saúde Pública é necessário e urgente e necessário, pois os longos períodos de tensão, estresse e tristeza causam grande impacto na rotina diária destes trabalhadores.

Segundo dados do Ministério da Saúde, dos 3,5 milhões de profissionais do SUS, cerca de 1 milhão está combatendo diretamente a Covid. São trabalhadores que dedicam horas dos seus dias para salvar vidas e, certamente, não sairão dessa pandemia sem marcas fortes, que podem comprometer suas emoções de forma avassaladora.

A pesquisa será lançada nesta quarta-feira (22) e deverá ser feita pela internet.

“Os profissionais de saúde não são preparados e não devem ser preparados, evidentemente, para ver o tempo todo pessoas que não se recuperam, um volume enorme de óbitos. Tudo isso afeta brutalmente a parte emocional desse profissional”, disse Maria Helena Machado, coordenadora da pesquisa da Fiocruz.

A realidade no Distrito Federal não é diferente e, prevendo este cenário, a Secretaria de Saúde criou um comitê para monitorar a saúde dos servidores durante a pandemia. Além de promover iniciativas como a hospedagem dos servidores em hotéis da cidade, para melhorar a rotina de trabalho de profissionais que atuam na linha de frente no enfrentamento ao Covid-19 e proteger suas famílias.

Diante da necessidade de cuidar e acolher de quem cuida, ou seja, os profissionais da Saúde, o Centro de Promoção e Prevenção da Saúde Mental (Innovamente) foi criado e já está atendendo aos profissionais do Distrito Federal, por meio de um contrato com o IGES (Instituto de Gestão Estratégica de Saúde) e outras parcerias públicas e privadas.  

“Estamos felizes por ter criado uma iniciativa inédita para atendimento dos profissionais de saúde no Distrito Federal. A equipe do Innovamente trabalha em diversas pontas, com diversos perfis de trabalhadores para acolher e cuidar da saúde mental destes profissionais que estão lutando bravamente na linha de frente no tratamento das pessoas infectadas pelo coronavírus”, destacou Thauana Ferreira, coordenadora clínica do Innovamente.

O Centro Innovamente

O Innovamente é um projeto do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília – SindSaúde-DF e conta com uma equipe interdisciplinar para acolher o profissional de saúde e entender as diversas formas do sofrimento. São profissionais da Psicologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Educação Física e Serviço Social.

O centro tem um espaço físico de 4 mil metros quadrados de área verde. Além dos consultórios para atendimento há espaço para acompanhantes, redário, ambientes ao ar livre e espaço para atividades.